quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Importância da aparência para as mulheres no ambiente de trabalho

O exemplo de mulher moderna é considerado aquela que trabalha fora, que aos poucos consegue seu espaço tanto na parte profissional quanto na pessoal. São as executivas, empresárias, motoristas, professoras, economista, jornalistas, entre outras. Os tempos modernos pedem adequação ao tipo de trabalho, por isso, conhecer e respeitar a cultura da empresa é essencial para saber como se vestir.

A adequação dos trajes de trabalho para uma mulher está interligada com as atividades profissionais, com o local e o horário em que será usado. Ambientes profissionais são masculinos e, normalmente, acabam intimidando e criando algumas inseguranças para o público feminino.

A competência é o que interessa, mas o estilo em que elas se vestem, somam pontos em sua carreira profissional. Para complementar o sucesso profissional, consultores afirmam que é preciso ter um guarda-roupa com peças adequadas.


De acordo com a nutricionista Julia Bassalo, 21, se vestir adequadamente no ambiente de trabalho demonstra valorização da imagem. “O branco total é a opção ideal para quem não usa avental, dá a ideia de limpeza e cuidado que um paciente espera de uma profissional da área de saúde”, diz.

Ela ainda acrescenta que o vestuário adequado no ambiente, a chamada roupa de “trabalho” é diferente das escolhas para o final de semana, sem muita ousadia. “A roupa profissional tem a tarefa de passar o conceito da empresa e uma imagem da pessoa que está usando”, explica.


Para as mulheres do tipo que vão à luta e conseguem conquistar seu espaço, as chamadas “líderes” reconhecidas no mercado de trabalho, a estilista Amanda Martins aconselha ter um closet ideal. “Todas nós sabemos que na hora de contratar e lidar com clientes o visual é primordial, porém é necessário se adequar ao ambiente de trabalho de forma elegante e com classe”.

A moda corporativa continua clássica, independente da estação do ano. Ainda assim, os profissionais podem se inspirar nas tendências das passarelas e investir em um visual mais leve.

Segundo Amanda, uma boa aparência não depende apenas do jeito de se vestir ou da combinação de cores e acessórios. “As pessoas se apegam aos pequenos detalhes e se esquecem que, além de pesquisar o ambiente e se vestir de forma adequada, devem cuidar de sua higiene pessoal”, alerta.

A maneira em que as pessoas se vestem, reflete na personalidade. De acordo com a publicitária Flávia Helena Carvalho, 32, uma profissional competente se veste de acordo com a moda, a idade e o cargo que ocupa. ”As roupas têm que se adequar aos diversos ambientes, pois ter senso e bom gosto são ingredientes básicos que nunca sairão de moda”, fala.


Para analisarmos todas essas preocupações é necessário valorizar o trabalho e não apenas os vestuários usados. Para a publicitária, a roupa é a embalagem, a marca. “Além de respeitar nossas características individuais, devemos pensar que a imagem que projetamos pode ter reflexo importante na nossa vida profissional”, afirma.


Para a personal style Thais Soares, encontrar a identidade visual correta é complicado. Segundo ela, a roupa ideal é aquela que chega inteira ao final do dia, tenha uma versatilidade e que seja confortável. “Aposte em guarda-roupa básico como um vestido modelo tubinho ou chemisier (vestidos tipo camisa), bijuterias finas, jóias clássicas, sapatos cômodos, cores básica ou neutra que devem ser complementadas com lenços coloridos dando um toque de sofisticação”, conclui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário